quinta-feira, fevereiro 25, 2010

MORRE ZAPATA: CUBA NO LIVRE


Morreu na última terça, 23/02/2010, o prisioneiro político Orlando Zapata (42 anos) que, após 82 dias de greve de fome, foi levado a uma clínica já semi-inconsciente, onde faleceu por volta da 15h00min (horário local). Tratava-se um trabalhador, bombeiro hidráulico, que resolveu pensar e exercer o direito de contestação. Porém, em Cuba, tudo que alguém faz contrário aos donos do poder é taxado de aliado dos americanos. Tudo que existe de ruim são os americanos. Enfim, tudo pode ser explicado pelo embargo e pela sabotagem da CIA. Zapata, esse operário, estava protestando contra as condições carcerárias, contra a elevação de sua pena para 25 anos. O que fez Zapata? Foi acusado de “desordem pública”, traduza como direito de pensar. Inicialmente, quando foi preso em 2003, recebeu uma pena de 03 anos, depois foi majorada para 18 e depois para 25 anos. O cárcere onde estava preso lhe causou sérios prejuízos à saúde. Ele tinha sido adotado pela Anistia Internacional como preso de consciência. Se o nosso querido presidente Lula tivesse nascido em Cuba? Pois é... jamais o teríamos como presidente.



Raul Castro, em gesto arrogante e anacrônico, bradou para os jornalistas: “lamentamos”.



Toda ditadura é condenável!!!










Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...