Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 20, 2012

Maranhão: fazenda dos “pavões arrogantes”

em memória do mártir São Sebastião.
I
O Maranhão virou moda para alguns intelectuais e jornalistas do sul e sudeste do país. Contra aos anos de omissão e cegueira cúmplice, lançam artigos e pronunciamentos fervorosos contra as mazelas aqui existentes e seu principal malfeitor: Sarney. Tudo que está sendo dito não passa de museu de novidades. Coisas tão recentes quanto à invenção da pólvora. Cabe o ditado: “em tempo de manga, toda mucura é gorda”. Enfim, virou uma mania pegar carona agora na situação do Maranhão, porque ficou fácil se projetar com isso. O ponto comum dessas análises e explicações exógenas são as generalizações, a superficialidade do trato e as absurdas ocultações.
Porém, é sábio que, entre nós, impera o complexo de inferioridade, o caráter colonizado, onde o que vale e o que presta é coisa feitas pelos de fora, pelos outros. Somos incapazes de reconhecer os méritos dos nossos pares. Temos temor ferrenho de sermos os pioneiros, por pura falta autoconfiança. Resultado, qua…