quinta-feira, junho 20, 2013

Manifestações em São Luís: as formas sempre iguais de ver e de desconsiderar o que é democracia



Sendo repetitivo. Não sou contra partidos. Fui filiado ao PT de 1991 até recentemente... quando disse: Estou fora!. O que percebo não é tanta a intolerância dos manifestantes, mas o caráter autoritário de alguns partidos, principalmente os paridos que sobrevivem tomando soro com data vencida do comunismo, que insistem em não respeitar as orientações do movimento e querem antidemocraticamente impor o que eles pensam e desejam a partir das suas cartilhas marxistas, taoistas, bolchevistas, castrista etc.

Eles, arraigados a ortodoxia da doutrina das vanguardas iluminadas, acham-se os verdadeiros detentores da consciência política e revolucionária, em puro exercício de delírio. Acham que ali só tem tolos e eles vão conduzir as pessoas para o que pensam ser forma correta fazer de política. Isto é, todo mundo seguir as orientações "revolucionárias" deles. 

Eles querem ser líderes de algo que não construíram e quem não têm legitimidade para direcionar. Desafio qualquer um desses partidos a convocar um ato público. Por que não chamam a população para uma manifestação? Usem o dinheiro do fundo partidário para promover audiências públicas. O que fazem fora do período eleitoral? 
Democracia é para quem tem a Democracia como um valor. Se a maioria não quer bandeira de partido, que democratas são esses que não acatam a decisão da maioria? 
Essas bandeirolas são para barganhar publicidade e somente isso. 
Seria mais rentável o partido se fazer presente enquanto organização, em prol da cidadania, criando canais de diálogos, de formulação e de defesa dos direitos dos cidadãos. Ser protagonista e voz do interesse geral de forma integral, e não ficar restrito a horário eleitoral e a luta sindical. Que partido é democrata sem defesa dos interesses gerais e do bem comum?
Tenho amigos em todas essas siglas, pessoas que conheço para mais de 20 anos. Os respeito, mas não concordo. 
Enquanto esses partidos não perceberem que sem massa jamais serão partidos de massa, e jamais terão a massa sem compreender o que ela é e o que ela quer. Precisam perceber o tempo... e que há tempo para tudo. 
Não ter partido não é igual a não ter causa. Não ter partido não significa estar desorganizado. Participar da política através de partido é algo recente e de período muito curto da história. Quantos dos eleitores brasileiros são filiados? 
Qual partido liderou os múltiplos processos que decretaram o fim da sociedade estamental medieval? Qual deles instaurou a sociedade moderna? 
Esses partidos estão demonstrando que são conservadores, um pouco parecido com os conservadores que queriam restaurar a ordem... quando a sociedade feudal ruiu... 
Essas manifestações não é e nem pode ser a Tomada da Bastilha.. tão pouco será uma "revolução" Russa, Cubana etc (talvez seja o que alguns partidos desejem). O Tempo vai revelar o que é... 
Vamos soltar tudo... deixem o novo chegar com a Democracia! 
Vamos parar de queremos ser a cabeça, os autores, vamos apoiar ... no universo social nada fica totalmente sem rumo... 

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...