Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 24, 2010

UNÇÃO VERMELHA

O campo político possui complexidade própria, singularidades. Longe de ser um totem (canguru, camaleão etc.), como alguns intelectuais pensam, o senador Sarney é simplesmente um político brasileiro, cujo padrão difere bem pouco do existente (em grande volume) em todas as regiões do Brasil desde o Império. O que o difere é que nenhum outro teve tanto tempo de fama nem estruturou de forma tão sistemática e profissional o mandonismo.
Hoje o senador Sarney é um senhor que já demonstra as marcas do desgaste físico de 80 anos vividos. Carregou, como qualquer outro, as marcas de seu tempo, mas, teve a habilidade de perceber as oportunidades que se abriram em cada nova conjuntura. Sempre pondo à frente o princípio da sobrevivência, cedeu, negociou e ajustou-se, quando necessário.
Por outro lado, soube, e sempre fez com constância, remover, abortar e diminuir a ascensão dos adversários. Engessou mais de quatro gerações, que ficaram na periferia do poder ou excluídas. Impediu, sem medir esforços,…