sábado, julho 11, 2015

O Maranhão de ninguém

Para produzir um alento..imagino que já cheguei no purgatório... e que depois dessa estada nesse vale de lágrimas... vai surgir o céu. É uma forma de ir segurando os dias com alguma esperança (para mim).

O Maranhão foi a última Província a aderir à Independência do Brasil e a República aqui nunca chegou. A ideia mormente de coisa pública é que se trata de coisa de ninguém. É comum dizer por aqui: "Não é meu, não é teu. O que você tem com isso?"

No Ceará... a Justiça determinou que a Petrobrás pague R$ 980 milhões por ter cancelado a construção da Premium II. Isso para indenizar os danos produzidos aos cofres públicos, danos materiais coletivos e danos morais coletivos. 

No Maranhão... o cancelamento da Premium I parece que não teve consequências. Aqui nessa terra todos são Dilma (governistas) e não sobra ninguém que seja a favor do bem público e do Maranhão. É o eterno Maranhão de ninguém. 


Os ouvidos que o discurso do PT não encontram mais.

Os ouvidos que o discurso do PT não encontram mais.  Eu trabalho com duas hipóteses sobre a situação do PT:   1- a irresponsabi...