Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 21, 2014

Maranhão esperando o governo Flávio Dino

Tenho dito que dois textos sobre política no Maranhão são suficientes para qualquer um ficar repetitivo.  Sobre as condições socais e econômicas do Maranhão já produzi diversos textos nesse blog. Para o leitor ficar mais situado cito alguns:
- A elegante boçalidade (04/01/10) - O senhor seria a alternância? (19/04/10) - Indignados, mas por amor (26/09/10) - Os barões da miséria (15/11/10) - Moeda de vidro: a política do Maranhão (23/01/11) - Os de Direito (13/03/11) - Maranhão rico é o último em arrecadação por habitante (22/08/11) - Natal, ostentações, perversidades, asneiras e esperança (17/12/11) - O infinito reduto da perversidade (30/01/12) - Mínimos a mais: acorda rainha (27/02/12) - A global crítica do Bolsa família (16/06/12) - O capitalismo bolinha (21/07//12)
Nesses textos usei conceitos como: pilhagem, patrimonialismo, miséria, pobreza, capital produtivo, arranjos produtivos, renda, empregabilidade, livre iniciativa etc. aparecem no esforço de ressaltar a dinâmica social, política e econ…

Novas Ideias, governo novo e uma ameaça sempre presente.

"Reestruturou a economia do país, com a concomitante criação de oportunidades de trabalho para mais de 6 milhões de desempregados. Criou o seguro social, com programas de acesso a moradias populares. Promoveu políticas de apoio e valorização à maternidade.(...) Promoveu políticas de apoio e incentivo ao trabalho urbano e rural, considerando este básico para o fortalecimento da estrutura social, dada a sua importância na solução das necessidade básicas alimentares da sociedade. Incentivou a indústria, inclusive na área de transportes pesados e de passageiros. Além da ampliação da rede de rodovias e ferrovias, merece menção o programa de construção de um carro popular que apresentasse boa qualidade e mecânica simples, com preço que atendesse às classes menos favorecidas e viabilizasse sua ascensão social..."
O governante que fez tudo isso era filiado a um partido de Trabalhadores. Esse homem foi ADOLF HITLER.