sábado, junho 14, 2014

Xingamento, vaias e "democracia" seletiva


Realmente vimemos um momento muito singular, momento de baixo grau de Política de nossas instituições Políticas. O PT e PSDB protagonizaram nada comparável ao que anunciavam antes da chegada ao poder. O debate hoje imposto é um bate boca agressivo de mesa de barzinho de esquina. 

O que de fundamental está se debatendo de interesse público? Qual proposta e medidas para ampliar o espaço democrático? Nada! 

O que ocorre nesse momento é uma escalada do fechamento da contestação. Estreitamento visível do espaço público enquanto democrático. Ninguém pode querer só para si a civilidade sem demonstrar que ela é um valor válidos para todos.  

O governo federal e o estadual paulista, por exemplo, ilustram bem essa incongruência. A polícia paulista protagoniza um festival de brutalidade e excesso contra civis desarmados. O governo federal empenha-se em criminalizar movimentos e monta uma barreira militar bizarra contra civis que querem protestar. Não só isso. Estão detendo e prendendo cidadãos preventivamente por vinculando-as a protesto. Prisões preventivas para atos não consumidos. Por uma razão de estado o cidadão tem seus direitos civis e políticos prejudicados sem nenhuma motivação. Isso é o quê?

Democracia que não garante direitos civis e políticos? Estranho. Mais estranho é o silêncio de grande parte da intelectualidade brasileira, principalmente a auto-batizada  de progressista, de esquerda etc. Existe intelectual que aluga seu senso crítico e passa a agir seletivamente diante dos fatos como exercício de cumprir o expediente aos patrões? Não. Primeiramente não está sendo intelectual, mas um agente do aparelho de estado ou do aparelho partidário. Não serve à crítica e ao esclarecimento, serve unicamente aos interesses dos senhores poderosos. Eis o que vivemos! Tudo que aí está posto acerca de vais e xingamento contra Dilma estão na vala da passionalidade e do trabalho de encomenda ou de ofício de empregados. 

Não existe Democracia seletiva. A Democracia tem como princípio de justiça que os cidadãos gozem de igualdade política para serem livres e poderem governar e serem governados alternadamente. 

O PT atualmente quer impor uma verdade cuja propriedade é deles. Eles e só eles sabem o que é Direito, liberdade de expressão e participação popular. O PT pode xingar, vaiar, agredir de forma indiscriminada. Mas, tudo que se volta contra ele é golpe da imprensa, conspiração da extrema direita, é o ódio da elite branca, é a perigosa e abominável classe média. Se não é esquizofrenia, é fascismo, mas também pode ser ambos. Quem são os apoiadores e partícipes do governo do PT? Renan Calheiros, Collor, Maluf etc. Quem é essa elite branca contra o PT? Quem é a extrema direita contra o PT? 

É um absurdo o PT e os fãs da Dilma requererem esse estado de seletividade. Joaquim Barbosa, enquanto Presidente do Supremo e enquanto pessoa pode ser desrespeitado sistematicamente xingado. Não existem defensores do Barbosa, não existe OAB, Entidades do Movimento Negro, Associação de Magistrados, CNJ, CNBB etc.  para defender o respeito à dimensão institucional da Presidência do Supremo Tribunal Federal e ao cidadão Joaquim Barbosa. A seletividade "democrática" (na verdade puro fascismo) estabeleceu que ele, em qualquer situação, pode ser xingado, constrangido em um restaurante, ser ameaçado de morte e, por fim, ser desrespeitado em plena sessão do STF por um advogado que, se achando acima de qualquer ordem jurídica, resolveu passar por cima do Regimento. Como se não fosse suficiente, o advogado vou vitimizado e recebeu apoio da OAB, entidade que nada consegue ver além do corporativismo, uma organização anacrônica que mais parece uma corporação de ofício medieval. Para a OAB o exercício do direito é estar acima do direito. Só a OAB sabe o que é direito, liberdade de expressão, legalidade... Que estado democrático de direito permite uma entidade representativa de uma categoria profissional atuar como se fosse um dos poderes do Estado? Isso é um luxo só permitido em uma "democracia" seletiva. Sendo assim, o advogado tudo pode e pode mais se advogar para uma notoriedade do PT. 

O PT está, em nome do combate ao fascismo social, promovendo uma combinação de fascismo social com fascismo estatal. Isso é bastante visível na forma de utilização dos programas sociais como recurso para barganhar legitimação para atos de fechamento do espaço do contraditório e da contestação. Não foi sem motivo o desejo de Dilma implantar conselhos populares por decreto. Conselhos populares ou aparelhos para serem controlados pelos seus militantes? Quem conhece Cuba sabe o que é isso...

O xingamento não é o tratado que deva ser elogiado e tomado como rotina. Não. Mas o PT não ver democracia como valor,  nem o Direito como algo para além dos direitos deles. Os xingamentos contra Dilma não são mais que o PT se enforcando com suas próprias vísceras. Basta ver nas redes sociais o que os petistas fazem diariamente contra Joaquim Barbosa e todos os demais desafetos etc. 

Vaia não é xingamento. Protestos, reclamações e discurso contundentes fazem parte da democracia. 



Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...