Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 14, 2015

Tempos de colheitas estranhas

Quando vamos olhar mais para as vítimas e não para os criminosos? Quando a  paz vai ser nossa prioridade? Fico imaginando as sucessivas formas de perdas ocorridas depois que um justiceiro matou uma jovem estudante dentro de um ônibus coletivo (as imagens da Câmera do ônibus não apareceram e a família da moça fica arrastando os sofrimentos). Quantas vezes a mãe do assaltante assistiu seu filho morrer na forma de tragédias em série...até ele encontrar aquele poste de concreto? Até quando vamos sofrer com o medo de ser o próximo...  Mas de qualquer lado usado... por nós... para vermos a realidade.... há sempre uma estatística perversa pesando sobre um tom de tez... 
"Strange Fruit
Southern trees bear a strange fruit Blood on the leaves and blood at the root Black bodies swinging in the southern breeze Strange fruit hanging from the poplar trees
Pastoral scene of the gallant south The bulging eyes and the twisted mouth Scent of magnolias, sweet and fresh Then the sudden smell of burning flesh