sexta-feira, outubro 17, 2014

O PT virou boneco de ventríloquo


O Brasil precisa mudar muitas coisas. Mudar para garantir a vida democrática e republicana em um Estado de Moderno. 

Esse tipo de campanha eleitoral precisa acabar. Horário eleitoral gratuito e o tempo é ocupador por terceiro. Lula fala e a candidata não fala. O programa deve servir para o candidato, quem vai ser votado se pronunciar. Absurdo total. A outra bizarrice é o uso de pronunciamentos de terceiros editados, captados de outros programas. O uso hoje da fala da Marina para atacar Aécio é um tipo de prática que deve ser vetada. Dilma tem o tempo igual de propaganda, ela deve fazer ou falar algo contra Aécio. Isso é deplorável e a legislação deve vetar essas práticas. 

Não tem como ficar estarrecido com essas campanhas. O PT está revelando uma esquizofrenia total. Recentemente desqualificou Marina de todas as formas. Ridicularizações e xingamentos. Chegaram a dizer que ela não era confiável, não merecia credibilidade, porque mudava de ideia toda hora, era comandada por pastores. Como agora usam a fala de Marina para atacar Aécio? Agora a fala de Marina tem credibilidade e devemos acreditar? Sinceramente... 

A Dilma não fala mais nada sem o auxílio do marqueteiro. Se na primeira eleição de Dilma as pessoas a elegeram "votando no Lula", agora parecerem que vão votar nela e eleger o marqueteiro. 

O que fica claro é que o PT está virando boneco de ventríloquo, não tem voz própria e precisa da voz alheia para dizer algo. Será que o próprio PT tem o sentimento que a sua voz não tem mais credibilidade? 

Segundo Turno: a escolha entre corrupções

O PSDB queria o PT e o PT queria o que PSDB. Esse dois partidos são os verdadeiros autores do avanço do conservadorismo reacionário na política brasileira. Praticamente traíram as lutas e as aspirações democráticas que vinham avançando desde o período ditatorial. Ao assumirem o poder, alternadamente, frustaram as expectativas de uma composição de centro-esquerda e uma aproximação programática de fortalecimento de democracia, ampliando o grau de participação e o empoderamento da sociedade civil organizada. Ao contrário disso, agregaram e alimentaram todos os órfão da ditadura, principais aliados da ditadura paulatinamente assumiram o centro do poder no período pós democratização. O que acabou fortalecendo e ampliando a bancada conservadora de tipo reacionária. 

Hoje, depois de dois governos do PSDB e três governos do PT assistimos uma arenização da campanha eleitoral. A esquerda tão garbosa de um domínio intelectual que sempre se julgou bem acima de todos, efetiva em versão piorada os embates e recursos nos moldes da velha Arena e suas inúmeras sublegendas. Discurso que despreza o interesse público e a exigência mínima de inteligência. mentiras, farsas, vitimismo, jogo de distração e muita baixaria e patrulhamento. Não podia ser pior para a democracia e para a república, tendo em vista que de ambas as parte a coisa pública nem vagamente é alguma coisa. 

No futuro a pergunta será: Em qual das corrupções você votou em 2014. Triste! Triste ver o protagonismo dos que falavam e discursavam ser o avanço, a superação do autoritarismo, os defensores da liberdade e da ética. Pois é, ele falavam de ética no passado. A causa, sem dúvida, foi parar no lixo. Viva a vitória da direita, mesmo que travestidos de esquerda! 

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...