quarta-feira, agosto 26, 2009

O CARTÃO VERMELHO E EFEITO BORBOLETA





“Só agora a ficha caiu”, um flashback ou efeito ressaca... Ficou difícil definir a ação do senador Suplicy nos últimos dias, mas certamente é fruto do desgaste junto ao seu eleitorado em São Paulo. Essa é a questão, os senadores petistas mais conhecidos e com maior espaço dentro do Senado são Mercadante e Suplicy e seus eleitores são do estado que apresenta o maior índice de reprovação à permanência de José Sarney na presidência do Senado. O apoio do PT ao arquivamento dos processos já começou a render negativamente na base dos seus parlamentares, eles estão perdendo credibilidade nos seus estados. Para piorar a questão, a crise do Senado está assumindo o ranço regionalista, principalmente quando nordestinos e nortistas, repetidamente, colocam-se na defesa de José Sarney.
O senador Suplicy, entre tantas coisas, tem que se explicar quanto à censura ao jornal Estadão, um dos ícones paulista. O ethos bandeirante não suporta se sentir inferiorizado, principalmente em relação a outros estados da federação, ainda mais se esses estados são sustentados pela União, a exemplo do Amapá.
Ontem o senador Suplicy não deu um cartão vermelho, na verdade repassou o cartão vermelho que vem recebendo de sua base. A estratégia de ficar quase mudo nos momentos anteriores ao arquivamento das denúncias são surtiu efeito e o prejuízo está instalado.
Perguntinha besta: O senador Suplicy não foi um dos parlamentares que assinou um documento apoiando a Fundação Sarney para que a mesma continuasse dona de um prédio público... (?) Se fez... Por que não diz quem o pediu para assinar tal papel (?)
O SENADO HÁ MUITO SE FEZ DESNECESSÁRIO DIANTE DO PACTO FEDERATIVO QUE TEMOS.
A Tv Senado é hoje o maior canal de entretenimento: show de variedades, reality show, comédias e piadas.

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...