segunda-feira, setembro 05, 2011

JUSTIFICAÇÃO DO MOLHE BUSCA SUBESTIMAR NOSSA INTELIGÊNCIA


Foto: Francisco Araujo


O Governo estadual até agora não esboçou nada significativo para retirar o Maranhão do título de campeão do atraso e da miséria. Quantos metros de esgotos foram feitos nesse governo? Quantas estações de tratamento de esgoto foram feitas ou estão funcionando? O que foi feito para melhorar o abastecimento de água na capital e no interior (está faltando até hidrômetro)? E os hospitais de altíssima complexidade?

Não existe nem verba e nem urgência quando a questão é educação, saúde e geração de emprego. Não existe tempo recorde para realizar políticas públicas de combate a pobreza... Mas vejamos a velocidade da Construção do Molhe (vulgarmente chamado de espigão). Pois é, o molhe avançou 572m mar adentro.

Em 13 de janeiro publiquei o primeiro texto sobre esse molhe. Na foto agreguei um texto indicando uma de suas utilidades, e no corpo do texto disse qual seria a outra motivação de sua construção. Objetivamente: 1- seria para o “pobres” praticarem esportes náuticos (para puro lazer); 2 – proteger os belos e caros apartamentos (a moradia dos governantes).
O outro detalhe que destaquei foi o preço: só 12 milhões. Esse povo não é de construir tão barato assim.

Se no início  a justificativa de tal construção já era um desdém à inteligência dos contribuintes, agora a justificativa da ampliação em 100 metros e a construção da marina é o suprassumo da aposta em nossa burrice. Sinceramente. Essa justificativa que é para proteger a fauna e flora da Lagoa da Jansen é surrealismo. O que a lagoa precisa é retirar os esgotos in natura de dentro dela. A lagoa fede porque está cheia de fezes. Mas podem dizer para o turista que são as algas (conforme instrui o treinamento da prefeitura municipal aos taxistas).

Então tá, nós acreditamos em tudo isso.
Senhores, vocês podem tudo. Nem precisa mais justificar nada. Esse molhe foi feito na tentativa de proteger os prédios de vocês e para servir de espaço para o lazer náutico dos moradores da restinga. Essa marina vai servir para atracar os luxuosos catamarãs e, logo-logo, os luxuosos iates dos barões. A atual marina não tem visibilidade, fica escondida e não produz o efeito de exposição que todo delírio de glamour exige.

Essa conversa de melhorar a navegação... Santa paciência. O calado não aumentou em nada. O molhe, obviamente, exige o cabeço. Essa ampliação de 100 metros vai servir mesmo é para atrair um aditivo, pois essa obra não saiu por 12 milhões e é preciso ajustar o pagamento ao custo. Essa obra não vai sair por menos de 40 milhões aos cofres públicos...
Não seria menos humilhante dizer que é para atrair turistas, assim como o molhe de Barra Sul, no Balneário Camboriú? Copiem, pois a imaginação (dos senhores) está cada vez mais fraquinha...

Foto: Francisco Araujo

O memorial Bandeira Tribuzi, ao lado do molhe (espigão da rainha), vai continuar abandonado e cheio de fezes?  Não há dúvidas que esse é o Melhor Governo da Vida DELA, e pior de nossas vidas. Basta ver o elevado da Cohama e da Cohab, obras ineficientes e incompletas. Quando vão transformar isso em viadutos que prestem? 

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...