Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 17, 2012

CASTELO DE BARRO E PARA O BARRO OLIGÁRQUICO

Castelo estranhamente nunca sentiu o verdadeiro gosto da vingança dos Sarney, mesmo se dizendo de “oposição”. Esse senhor vive alegando “perseguições”, “pressões” e que luta para que a Prefeitura não seja tomada por “eles”. Quem são "eles"? Nunca especifica quem é realmente seu adversário. Esse “eles” é como um inimigo imaginário. Diz que existe, mas nunca mostra mesmo quem é. 

Castelo faz um teatro à moda de um arremedo caipira, tentando sempre se apresentar como um homem de vínculos e hábitos humildes, não poupando gestos que beiram a bizarrice para comprovar sua performance. Não raro, teatraliza ser um apóstolo da sagrada experiência administrativa. 
Castelo insulta a inteligência de todos de forma recorrente através de justificativas tacanhas sobre a violência policial na greve de 1979. Sobre esse fato afirma que  não teve nada com isso e que nem estava aqui. Ele era simplesmente o governador do estado do Maranhão. Quem então deu tal ordens de reprimir os estudantes? Como …