quinta-feira, abril 30, 2015

50 anos de Globo: o preconceito está no ar

Foi extremamente desagradável testemunhar como o locutor (narrador) da Globo tratava de forma jocosa e com desdém um dos atleta do Sampaio. Pois é, em nenhum momento fez referência as qualidades técnicas do profissional. Quem assistiu a transmissão do jogo pela Globo deve ter observado isso. Pimentinha virou motivo de brincadeira para o locutor. Por quê? Qual era a graça? 

Como se não bastasse o técnico do Palmeiras deu um arroto de preconceito e prepotência desqualificando o campo, a iluminação. Tudo pautado no doente preconceito. Quanto estádios existem em São Paulo do tamanho do Castelão? Quantos campos onde jogam o campeonato paulista são melhores do que o do Castelão? E para fechar com chave de ouro o repórter da Globo que estava na borda do gramado disse que a grama era de Jardim... Como se jardim tivesse uma grama específica e como se campo de futebol só pudesse usar uma espécie de grama. Onde esse gênio tirou isso? 

O jogo continuava e a Globo mostrava a torcida do Palmeiras. Gol do Palmeiras..mais imagens da torcida do Palmeiras. Quantas vezes mostraram a torcida do Sampaio? 

Quanto ao jogo: o Sampaio tem que trabalhar melhor a condição física dos jogadores, não soube se aproveitar do cansaço do adversário, precisa variar mais a jogado de ataque e manter a disciplina no grupo... o jogador que fez o gol entrou em discussão com o zagueiro do time, horrível. 

Agora o bandeirinha baiano ...prejudicou o Sampaio sem a menor cerimônia. 

Eta Maranhão.... 

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...