Pular para o conteúdo principal

FESTIVAL NO CARNAVAL – GUARAMIRANGA- CEARÁ



Para quem quer viajar e curtir jazz/blues no período de Carnaval o Festival de Guaramiranga (CE) é uma boa opção. 

Sobre a cidade 
(as informações abaixo foram retiradas do site):  http://www.portalguaramiranga.com.br/  

"Guaramiranga:  palavra originária do tupi, que significa "Pássaro vermelho", está situada à 110 km de Fortaleza, com acesso pela CE 060 (Fortaleza-Baturité-Guaramiranga) e CE 065 (Fortaleza-Palmácia-Guaramiranga). O município serrano encontra-se à 865m de altitude, totalmente inserido na Área de Proteção Ambiental do Maciço de Baturité, com temperatura que varia entre 18 e 25ºC. A paisagem proporciona um clima úmido e vegetação típica de mata atlântica intensificada pelas cores das flores nativas da região, surpreende seus visitantes com uma visão diferente do Ceará. "

As informações abaixo foram retiradas do site: http://www.jazzeblues.com.br/

"Em Fevereiro tem 13º Festival Jazz & Blues (CE)

O Festival acontece em Guaramiranga (Carnaval - 18 a 21/02), Fortaleza (24 a 26/02) e Sobral (25/02) com shows pagos e gratuitos.

No Carnaval, o jazz e o blues vão compor a trilha sonora de milhares de pessoas em Guaramiranga, no Ceará. É a 13ª edição do Festival Jazz & Blues, que começou em 2000 como um evento inusitado, deu certo e conquistou um lugar cativo no calendário cultural brasileiro. Hoje, a pequena cidade serrana, com menos de 6.500 habitantes, é destino certo de mais de 12 mil “foliões às avessas” de todo o país. Eles buscam diversão com boa música, interpretada por grandes instrumentistas nacionais e internacionais. Tudo isso, usufruindo também da beleza natural de um dos mais belos destinos turísticos do Ceará.

O 13º Festival Jazz & Blues acontece de 18 a 21/02 (Carnaval) em Guaramiranga. Na quarta-feira de cinzas desce a serra, para mais shows em Fortaleza, de 24 a 26/02 e Sobral, 25/02. Serão muitas horas de boa música em shows, ensaios abertos, conversas com instrumentistas e outras atividades.

Em GUARAMIRANGA no Carnaval

Este ano, o Carnaval jazzístico terá entre as atrações nomes dos EUA, Cuba, Israel, Bélgica e Brasil. Para os shows das 17h e 21h: Omar Puente (Cuba), Jaques Morelenbaum e o Cello Samba Trio (RJ), Atiba Taylor (EUA) com Artur Menezes (CE), Gadi Lehavi Trio (Israel) com Ravi Coltrane (EUA), Yamandu Costa (RS), The L.X.G. (EUA), Roberto Taufic e Eduardo Taufic (RN), Grupo Solar com Tatiana Parra (SP), Marco Lobo (BA/RJ), Gabriel Grossi (SP), Cainã Cavalcante (CE) e Puro Malte (CE). Também às 17h acontece o Toca Jazz, programa destinado a apresentações musicais dos alunos participantes das Residências Artísticas, acompanhados por seus professores. Para esquentar as jam sessions, de meia noite às 3h da manhã, o palco do Festival é do projeto Casa do Blues, com a banda De Blues em Quando, o guitarrista e cantor Felipe Cazaux (CE) e a banda Blues Label (CE).

A exemplo de 2011, os ensaios abertos (16h), shows (17h e 21h) e jam sessions em Guaramiranga acontecerão na Cidade Jazz & Blues, uma estrutura de 1.500m2, dos quais, 850 de área coberta, erguida na rua principal, no espaço do campo de futebol. Na Praça do Teatro Rachel de Queiroz, a principal da cidade, diariamente às 15h haverá o Café no Tom, que é um bate-papo com uma das atrações do festival.

No Ginásio da Praça da Prefeitura acontecerá nos quatro dias, às 10h, oficina de Cortejo com o músico Vanildo Franco. É de lá que sai o Cortejo, às 16h, no sábado e terça de Carnaval. Em Pacoti, cidade vizinha a Guaramiranga, diariamente no Campus da Universidade Estadual do Ceará (UECE) haverá um seminário aberto ao público, que inclui um curso de história do jazz às 10h e palestras às 14h tendo como enfoque a carreira do músico, abordando mercado cultural, redes sociais, gravação de CD e formação de coletivo de música. De toda a programação do Festival na serra, apenas os shows das 21 horas têm venda de ingressos.

Guaramiranga localiza-se a 110km da capital, na Área de Proteção Ambiental do Maciço de Baturité, com cachoeiras e a beleza da flora característica da Mata Atlântica. Fica a 865 metros, com temperatura amena que pode chegar a 15º.

Em FORTALEZA e SOBRAL após o Carnaval

Depois do Carnaval, o Festival Jazz & Blues aporta em Fortaleza (24 a 26) e Sobral (25), levando para o público das duas cidades grandes shows, com acessos pagos e gratuitos, em espaços diversos, reafirmando a proposta do Festival de difundir a boa música, formar plateia e estimular novas gerações de instrumentistas no Ceará. 

Dois desses shows acontecem durante o Carnaval em Guaramiranga. Gadi Lehavi Trio (Israel) com Ravi Contrane (EUA) se apresentam em Fortaleza no Teatro Via Sul (24) e em Sobral no Theatro São João (25). Também no dia 25 o cubano Omar Puente é atração no Teatro Via Sul. Quem abre e fecha a programação pós-Carnaval em Fortaleza é o carioca Danilo Caymmi. No dia 24 ele faz um duo com o violonista Flávio Mendes no Cuca Che Guevara e no domingo, 26, apresenta com banda o show de lançamento do novo CD, Alvear, no Anfiteatro Flávio Ponte (Volta da Jurema).

FORMAÇÃO MUSICAL

Nos meses de dezembro e janeiro 600 estudantes e arte educadores de 21 cidades cearenses participaram gratuitamente de Oficinas de Sensibilização para a Cultura Musical (16h/aula), que integram o projeto Música é para a Vida. A atividade é uma parceria da Secretaria da Educação do Estado (SEDUC), com a Sociedade Cearense de Jornalismo Científico e Cultural e o Festival de Jazz & Blues, e tem a coordenação pedagógica do professor Heriberto Porto, do Departamento de Música da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

A ideia do projeto Música é para a Vida é dar a alunos e professores da rede pública a possibilidade de acesso ao amplo universo da música, através de um programa que contempla desde a sensibilização para iniciantes até a formação mais aprofundada para alunos já familiarizados com a prática instrumental, conciliando formação artística, inclusão social e protagonismo juvenil.

Dentre os 600 participantes destas oficinas, 100 alunos e 20 arte educadores participarão de Residências Artísticas que acontecerão no Campus de Educação Ambiental e Ecologia da UECE, em Pacoti, de 11 a 17 de fevereiro, semana que antecede o Festival na serra. Das Residências também vão participar 10 estudantes de música da UECE. Entre os professores das Residências Artísticas, estão quatro das atrações do Festival Jazz & Blues. São eles, o belga residente em São Paulo Henri Greindl (Grupo Solar), o pianista Eduardo Taufic (RN), o percusionista Marco Lobo (BA/RJ) e o multiinstrumentista cearense Cainã Cavalcante. Também são professores das Residências os músicos Widor Santiago, Miquéias dos Santos e Ricardo Pontes.

Após a realização das aulas e práticas de conjunto, os alunos continuarão seu processo pedagógico, permanecendo na serra para participar do Festival Jazz & Blues, em Guaramiranga e do seminário em Pacoti durante o Carnaval. Acompanhados por seus professores, os alunos terão a oportunidade de participar de uma programação variada, composta por oficinas, cineclubes com documentários sobre música, além de conferir grandes shows e de se apresentarem no fim de tarde na Cidade Jazz & Blues.



QUEM FAZ O FESTIVAL

O 13º Festival Jazz & Blues é apresentado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Instituto Votorantim, Indaiá, Cagece, Governo do Estado do Ceará, Banco do Nordeste e Richester. Apoio Cultural: SP Combustíveis, Prefeitura Municipal de Guaramiranga, Assembleia Legislativa do Ceará e Prefeitura Municipal de Fortaleza. Promoção: Diário do Nordeste. Realização: Via de Comunicação e Cultura e Ministério da Cultura, Governo Federal, Brasil País Rico é País sem Pobreza.

SERVIÇO

13º Festival Jazz & Blues – Guaramiranga (Carnaval - 18 a 21/02), Fortaleza (24 a 26/02) e Sobral (25/02). Apenas os shows das 21h em Guaramiranga e os shows no Teatro Via Sul, em Fortaleza, têm venda de ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). O restante da programação nas três cidades tem acesso gratuito. A programação está disponível no www.jazzeblues.com.br. Info: 85-3262.7230.

Pontos de Venda - Shows às 21h em Guaramiranga (Cidade Jazz & Blues): À venda em Fortaleza nas lojas Meia Sola (Shoppings Bambuy, Iguatemi, Aldeota e Varanda Mall) e na Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com). Shows às 21h em Fortaleza (Teatro Via Sul): À venda a partir do dia 03/02 na bilheteria do teatro (Via Sul Shopping). 

Jazz & Blues nas redes sociais:
facebook.com/festivaljazzeblues
twitter.com/jazzebluesce
youtube.com/jazzebluesce




INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
DÉGAGÉ
Jornalistas Resp: Sônia Lage e Eugênia Nogueira
85-3252.5401 / 8699.1783 / 9989.5876 (Sônia)

23/01/2012 "

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AÇÃO DIRETA E LEGÍTIMA DEFESA PACÍFICA

Green Politics must become the Politics of the Regions – all the Regions, from the celestial to the subterranean. Let the next Gathering of the Greens conduct all its business in poetry. This will foreshadow the day when America will be Green. Even better, the day when for a small fee we do an international name exchange and America becomes a large frozen island, while Green Land extends from sea to shining sea. The day when Green Politics rules. The day when the President pantomimes the Inaugural Address and sings the State of the Union in falsetto. The day when the Supreme Court sits naked in powdered wigs and hands down rulings in Pig Latin. The day when the Congress throws a multi-party and dances all the Laws out of existence.(Trecho do The Surre(gion)alist Manifesto , John P. Clark)
É preciso ultrapassar as formas mórbidas e dilacerantes da política atual. Não adianta só as contestações, enquanto persistir seus mecanismos genocidas e desumanizantes é necessário agir diretamente s…

Governo de Flávio Dino rumo ao último biênio

Tive uma educação libertária, isso já é suficiente para não adorar ídolos, heróis e nem acreditar na doutrina da "vanguarda revolucionária", o que entraria em conflito direto com as percepções e entendimentos que tenho sobre o que é História. Logo não tenho vocação a discípulo, a servo, a escravo e nem a puxa-saco ou lacaio. Minha torcida é cívica e republicana pelo governo, pela governabilidade e governança que, cumprindo os parâmetros de governo da lei, responda às necessidades do povo e aos negócios públicos com responsabilidade, competência e publicidade.
Em democracia a crítica e a contestação são direitos do cidadãos não é uma dádiva do governante. A contestação e o reclame não precisa de um aceite prévio ou concessão do ocupante do poder. Assim, a esfera da democracia guarda tensões e um certo nível de dissenso. A discordância não precisa estar fundamentada ela é. Isso difere de acusações em atos e procedimentos que configurem como crimes. A crítica, longe de ser uma …

Ação Penal 470 - Filhos do Brasil

                                         Por  Washington Ribeiro Viégas Netto*

"Quando o homem inventou a roda, logo Deus inventou o freio. Um dia, um feio inventou a moda, e toda a roda amou o feio". Zeca Baleiro.

Tenho acompanhado com especial atenção o julgamento do mensalão pela nossa mais alta corte de justiça, o STF. Penso que o resultado ali proclamado nos dará uma medida atual do quanto já nos distanciamos da pecha “república de bananas”; forma de governo que ainda persiste em países destas latitudes. No decorrer de todos esses anos em que tramita o processo, tem sido uma rara oportunidade de o Brasil reafirmar a força e solidez de suas instituições, soberanamente constituídas, quando confrontadas com um, ao que tudo parece, projeto de poder que, por meio de um conhecido método de aparelhamento estatal, tentou um processo de clivagem dessas mesmas instituições. Porém, antes mesmo de iniciado o julgamento, acredito que o saldo é favorável ao Brasil. O Supremo é composto d…