Pular para o conteúdo principal

SARNEY: O LEITOR INCOMUM


“Porque nem eu nem ninguém fazemos as coisas de que nós gostamos. O que gosto de fazer realmente é de ler e de escrever. Passei 25% da minha vida lendo.” José Sarney (Revista Isto É, Nº Edição: 2154, 18 de fevereiro de 2011 – Isto é Entrevista)

O senador Sarney, declarou à revista Isto É que passou 25% da sua vida lendo. O repórter nem os editores deram muita importância para esse dado, mas trata-se de algo fenomenal. Uma marca incomum. O senador José Sarney é Para homem de 81 anos isso significa que leu 177.390 horas. Média de 06 horas por dia. Tarefa complexa e exaustiva, pois dentre os 81 anos de vida 50 anos correspondem a sua vida pública (de político).  

Quantas horas das 24 horas foram destinadas ao sono? Quantas horas foram destinadas aos encargos de parlamentar e chefe do executivo?

Alguns cálculos (não muito certificados) apontam a Bíblia como composta de 773.693 palavras. Cálculo de difícil exatidão, pois depende da tradução e das variações da quantidade de livros existentes, a exemplo da diferença entre católicos e demais cristãos, onde 07 livros não são consensuais. Portanto, tomaremos esse número apenas para efeito de exemplificação. Por outro lado, temos a leitura com seus tipos e ritmos. Vamos adotar aqui a seguinte classificação expressa em palavras por minuto (p.p.m) da BIRCHAM: Leitura de Estudo (250 p.p.m); Leitura Rápida (400 – 800 p.p.m) e Leitura de Exploração (500 – 1.500 p.p.m).

Esclarecimentos feitos, vejamos...
O senador tem 177.390 horas de leitura. A leitura da Bíblia gastaria 51,57 horas, arredondando 52 horas, adotando a Leitura de Estudo (mais lenta). Tais números nos levam ao seguinte dado: o montante de leitura do senador Sarney corresponde a ler a Bíblia 3.411 vezes. Isso não é para qualquer mortal...

Conclusão: O senador Sarney além de ser um Cidadão Incomum (segundo  o ex-presidente Lula) também é um Leitor Incomum.

Comentários

  1. É por essas e outras que o falecido Desembargador Sarney Costa tinha um orgulho danado de "Zé Meu Filho":
    - Meu Garouto!
    - Meu Paipai!
    - Meu Garouto!
    - Meu Paipai!
    - Meu Garouto!
    - Meu Paipai!
    - Meu Garouto!
    - Meu Paipai!
    - Meu Garouto!
    - Meu Paipai!

    ResponderExcluir
  2. Grande Amigo, obrigado pela participação.
    O meu garouto cresceu...meu papai virou estátua....a família toda cresceu prosperou....e o povo ..simplesmente ...sifu...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

AÇÃO DIRETA E LEGÍTIMA DEFESA PACÍFICA

Green Politics must become the Politics of the Regions – all the Regions, from the celestial to the subterranean. Let the next Gathering of the Greens conduct all its business in poetry. This will foreshadow the day when America will be Green. Even better, the day when for a small fee we do an international name exchange and America becomes a large frozen island, while Green Land extends from sea to shining sea. The day when Green Politics rules. The day when the President pantomimes the Inaugural Address and sings the State of the Union in falsetto. The day when the Supreme Court sits naked in powdered wigs and hands down rulings in Pig Latin. The day when the Congress throws a multi-party and dances all the Laws out of existence.(Trecho do The Surre(gion)alist Manifesto , John P. Clark)
É preciso ultrapassar as formas mórbidas e dilacerantes da política atual. Não adianta só as contestações, enquanto persistir seus mecanismos genocidas e desumanizantes é necessário agir diretamente s…

Governo de Flávio Dino rumo ao último biênio

Tive uma educação libertária, isso já é suficiente para não adorar ídolos, heróis e nem acreditar na doutrina da "vanguarda revolucionária", o que entraria em conflito direto com as percepções e entendimentos que tenho sobre o que é História. Logo não tenho vocação a discípulo, a servo, a escravo e nem a puxa-saco ou lacaio. Minha torcida é cívica e republicana pelo governo, pela governabilidade e governança que, cumprindo os parâmetros de governo da lei, responda às necessidades do povo e aos negócios públicos com responsabilidade, competência e publicidade.
Em democracia a crítica e a contestação são direitos do cidadãos não é uma dádiva do governante. A contestação e o reclame não precisa de um aceite prévio ou concessão do ocupante do poder. Assim, a esfera da democracia guarda tensões e um certo nível de dissenso. A discordância não precisa estar fundamentada ela é. Isso difere de acusações em atos e procedimentos que configurem como crimes. A crítica, longe de ser uma …

Ação Penal 470 - Filhos do Brasil

                                         Por  Washington Ribeiro Viégas Netto*

"Quando o homem inventou a roda, logo Deus inventou o freio. Um dia, um feio inventou a moda, e toda a roda amou o feio". Zeca Baleiro.

Tenho acompanhado com especial atenção o julgamento do mensalão pela nossa mais alta corte de justiça, o STF. Penso que o resultado ali proclamado nos dará uma medida atual do quanto já nos distanciamos da pecha “república de bananas”; forma de governo que ainda persiste em países destas latitudes. No decorrer de todos esses anos em que tramita o processo, tem sido uma rara oportunidade de o Brasil reafirmar a força e solidez de suas instituições, soberanamente constituídas, quando confrontadas com um, ao que tudo parece, projeto de poder que, por meio de um conhecido método de aparelhamento estatal, tentou um processo de clivagem dessas mesmas instituições. Porém, antes mesmo de iniciado o julgamento, acredito que o saldo é favorável ao Brasil. O Supremo é composto d…