quinta-feira, março 17, 2011

USINA NUCLEAR e REVERTÉRIO : O BRASIL E SEU PRÓPRIO LOBO

Ilustração: francisco araujo

Até o momento o Brasil estava sendo apontado como um dos países líderes na produção de energia limpa, não poluente. Agregava também o título de 3º país com melhor projeto de redução de emissão de gases poluentes, cuja previsão estava em torno de 197 milhões de toneladas de dióxidos de carbono.

Esse esforço visava diminuir o aquecimento global ( o efeito estufa). O Brasil seguia assim o Protocolo de Quito, que prever Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MPL).
Ainda na era Lula, o senhor Lobão,o ministro de minas e energias, afirmou que a nossa alternativa para combater um suposto apagão no futuro é investir nas usinas termoelétricas, não é mais que um retrocesso e um golpe nas pesquisas que estão desenvolvendo tecnologias para a produção de energia limpa.
As termoelétricas são caras e altamente poluentes, era uma solução no passado, mas não no presente e menos ainda para o futuro. Todas as formas de combustíveis usados nessas usinas são altamente poluentes: gás, carvão, óleo etc. Além de produzir energia a um preço muito alto, as termoelétricas provocam sérios danos ao meio ambiente: como o efeito estufa e chuva ácida.

Porém, como se isso não bastasse, e para surpresa geral, o ministro Lobão pretende instalar 50 usinas nucleares no Brasil. Absurdo sem igual. O país com maior potencial de produzir energia limpa vai para a alternativa mais perigosa e cara de produção de energia: a nuclear. Não existe segurança para esse modelo de produção de energia. Por que optar por um modelo caríssimo e perigoso?
Anteriormente, em 07 de janeiro de 2011, o senhor Lobão já tinha manifestado o interesse para liberação imediata da construção de mais 04 USINAS NUCLEARES, sendo que duas destinadas ao Nordeste. Essas últimas, nas proximidades do rio São Francisco. Será que não tinha algo melhor para o Nordeste? O que há atrás desse interesse tecnológico tão caro e perigo?
Agora Lobão quer mais e FALA de 50 usinas nucleares.
Confira o pronunciamento do senhor Ministro:
Esse absurdo retrocesso minimiza e desqualifica os esforços de diversos pesquisadores que, já em estágio avançado, estão desenvolvendo outras formas de se produzir energia e com baixo impacto ambiental. São os casos da energia eólica, a energia solarpor ondas do mar (energia cinética transformada em elétrica)..

O nosso potencial de produção de energia, fazendo uso dessas tecnologias, é enorme. O litoral nordestino, por exemplo,com ventos constantes, com sol o ano todo e repleto de praias oferece condições mais que suficientes para a produção de energia limpa. Pode-se, nessa região, produzir energia limpa o suficiente para abastecer várias cidades.
A empresa Sunrgi conseguiu, recentemente, produzir lentes de concentração da luz do sol que aumenta 1.600 vezes a intensidade da luz solar normal. Essa tecnologia dá condições de produção de energia através do sol de forma comercialmente competitiva. O custo de produção de um kilowatt/hora, através dessa tecnologia, custa 0.05 cents (de dólar). Essa forma de produção de energia é muito mais barata.
A Itália desde 2006 vem se utilizando de energia produzida a partir das ondas do mar, Portugal começou utilizar essa fonte de energia em 2008. Tanto em Portugal como na Itália o processo consiste em transformar energia cinética em energia elétrica. Nessa produção são usados tubos de 120 metros de comprimento e 3,5 metros de diâmetro que ficam submersos no mar.

No Brasil, desenvolveu-se um outro processo de produção de energia elétrica a partir da força das ondas. Nosso modelo está pautado na utilização de flutuadores presos a braços mecânicos, que são movimentados belo balanço das ondas. O processo consiste, basicamente, em transformar energia mecânica em energia hidráulica e depois em energia elétrica. Essa tecnologia está sendo desenvolvida no Laboratório de Tecnologia Submarina, ligado à COPPE/UFRJ. Como o Brasil possui 8 mil km de litoral e com muitas ondas, fica evidente o nosso potencial de produzir energia limpa a partir do mar...
Só o instinto predador pode justificar tal retrocesso no curso para a solução da crise energética e ecológica...
Que Deus salve o Brasil dessa alcateia!!!! 

Um comentário:

  1. É o que dar esta senhora entregar uma pasta importante como esta para quem não entende absolutamente nada, de nada...

    ResponderExcluir

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...