domingo, fevereiro 14, 2016

Questão hídrica no Maranhão

Quantas barragens e represas temos para garantir abastecimento de água potável as nossas cidades? Alguém sabe?
O Maranhão é o estado que mais causa preocupação hoje no Nordeste no tocante à segurança hídrica. Porque é o estado do Nordeste menos preparado para enfrentar secas, longas estiagens. Falta experiência, obras e programas voltados para isso. Os demais estados nordestinos foram acumulando obras, experiência, vivência e tecnologia para enfrentar a seca ao longo de séculos. Mas os poderes públicos no Maranhão parecem muito alheios a isso. No Maranhão se perfura poços sem a menor fiscalização. 
Esse último período de estiagem foi mais que suficiente para autoridades perceberem que algumas cidades passaram por sérias dificuldade de abastecimento. Em Miranda do Norte o grande negócio foi vender água. 
Ora, chega o período chuvoso, mas toda essa água em quase nada é aproveitada em termos de armazenamento para abastecer a população no período de estiagem. Basta ver os rios... todos cheios, o nível da água bem acima do normal, mas toda essa água vai direto para o Mar, por não existem ao longo do rio Itapecuru (nem no Pindaré, Mearim etc) barragens que possam receber essa água a mais trazida pelas chuvas. 
Estudos comprovam queda pluviométrica nos últimos cem anos. 
Não podemos mais continuar reproduzindo as práticas do passado e ignorar essa  questão. 
Podemos fazer sistemas simples aproveitando a topografia e fazendo a água ir para o reservatório por gravidade. Só precisa existir o querer... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...