Pular para o conteúdo principal

Previsões Previsíveis ou Não













Antes de tudo... o oráculo da pedra caída... deseja que todos e todas lembrem da máxima do grande guru não-guru, Millôr Fernandes: “Nada é tão ruim que não possa piorar”.
1-      Inúmeros apadrinhados e clientes ou cabos eleitorais estarão desfrutando de DAS sem nenhum preparo ou vontade de realizar algo em prol do bem comum, do interesse público. Tudo da conta do pai – em governos municipais (também, porque no estadual é ser redundante demais);
2-      Nacional A oposição e a situação política continuarão sem fazer nada pelos cidadãos e promovendo escândalos com distração;
3-      Nacional - Os políticos reajustarão seus salários bem acima do percentual de reajuste do salário mínimo;
4-      Os salários dos professores continuarão baixíssimos;
5-      O tema Sarney será predominante no Jornal Pequeno;
6-      O Maranhão continuará liderando alguns índices negativamente;
7-      Os comentaristas do canal Combate continuarão dizendo que o MMA é o esporte que mais cresce no mundo;
8-      Faustão e Luciano Hulk continuarão enchendo nos horários dos finais de semana;
9-      Galvão continuará narrando e fazendo análise de todos os esportes;
10-   Centenas de milhares de exorcismos serão feitos nas madrugadas, tudo televisionado;
11-   Milagres continuarão sendo vendidos por pregadores que tratam Deus com um empregado seu: ordenando a Ele o tipo de milagre, o local, a hora e as pessoas que devem ser agraciadas;
12-   O diabo continuará possuindo pessoas nos mesmos templos que o exorcizaram no dia anterior. O maligno continuará batendo ponto todo dia nesses templos;
13-   A palavra sagrada será pregada acompanhada de um texto com os números das contas bancárias e as respectivas agências. Tudo para um depósito da salvação;
14-   Graças, bênçãos e salvação serão vendidos por dízimos;
15-   Os aspirantes a intelectuais contestadores, progressistas e de esquerda continuarão a fazer críticas inéditas à Igreja Católica: latifundiária, Inquisição, pedofilia, contra-o-aborto etc;
16-   Milhões de pessoas iniciarão o Ano de 2013 vestidas com roupas brancas;
17-   Milhares de pneus de carros furarão. Furos provocados por pregos e parafusos;
18-   Textos inéditos, ou traduções mais fiéis, ou coletâneas completas de pensadores e escritores famosos serão publicadas;
19-   Serão lançadas obras literárias e filmes que os críticos vão classificar como as melhores dos últimos tempos;
20-   Planos de Saúde, TVs por assinatura, Empresas de Telefonia móvel, Empresas de sinal de internet e Companhias de aviação continuarão cobrando acima do que elas oferecem e prestando péssimos serviços.
21-   Milhares de previsões não acontecerão e ninguém que as fez aparecerá para explicar os motivos do fracasso da previsão.
Recentemente ouvi o Zeca Baleiro dizer: “Todo mundo agora quer fazer previsões”. Realmente parece que vivemos uma era que todos buscam fazer previsões, ser o primeiro a dizer, o primeiro a acertar isso ou aquilo. Todos estão ávidos por saber o que vai ser. Certamente o conjunto das referências sociais (simbólicas etc.) dão sinais de fraqueza e a incerteza passa a ocupar boa parte das mentes. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AÇÃO DIRETA E LEGÍTIMA DEFESA PACÍFICA

Green Politics must become the Politics of the Regions – all the Regions, from the celestial to the subterranean. Let the next Gathering of the Greens conduct all its business in poetry. This will foreshadow the day when America will be Green. Even better, the day when for a small fee we do an international name exchange and America becomes a large frozen island, while Green Land extends from sea to shining sea. The day when Green Politics rules. The day when the President pantomimes the Inaugural Address and sings the State of the Union in falsetto. The day when the Supreme Court sits naked in powdered wigs and hands down rulings in Pig Latin. The day when the Congress throws a multi-party and dances all the Laws out of existence.(Trecho do The Surre(gion)alist Manifesto , John P. Clark)
É preciso ultrapassar as formas mórbidas e dilacerantes da política atual. Não adianta só as contestações, enquanto persistir seus mecanismos genocidas e desumanizantes é necessário agir diretamente s…

Governo de Flávio Dino rumo ao último biênio

Tive uma educação libertária, isso já é suficiente para não adorar ídolos, heróis e nem acreditar na doutrina da "vanguarda revolucionária", o que entraria em conflito direto com as percepções e entendimentos que tenho sobre o que é História. Logo não tenho vocação a discípulo, a servo, a escravo e nem a puxa-saco ou lacaio. Minha torcida é cívica e republicana pelo governo, pela governabilidade e governança que, cumprindo os parâmetros de governo da lei, responda às necessidades do povo e aos negócios públicos com responsabilidade, competência e publicidade.
Em democracia a crítica e a contestação são direitos do cidadãos não é uma dádiva do governante. A contestação e o reclame não precisa de um aceite prévio ou concessão do ocupante do poder. Assim, a esfera da democracia guarda tensões e um certo nível de dissenso. A discordância não precisa estar fundamentada ela é. Isso difere de acusações em atos e procedimentos que configurem como crimes. A crítica, longe de ser uma …

Ação Penal 470 - Filhos do Brasil

                                         Por  Washington Ribeiro Viégas Netto*

"Quando o homem inventou a roda, logo Deus inventou o freio. Um dia, um feio inventou a moda, e toda a roda amou o feio". Zeca Baleiro.

Tenho acompanhado com especial atenção o julgamento do mensalão pela nossa mais alta corte de justiça, o STF. Penso que o resultado ali proclamado nos dará uma medida atual do quanto já nos distanciamos da pecha “república de bananas”; forma de governo que ainda persiste em países destas latitudes. No decorrer de todos esses anos em que tramita o processo, tem sido uma rara oportunidade de o Brasil reafirmar a força e solidez de suas instituições, soberanamente constituídas, quando confrontadas com um, ao que tudo parece, projeto de poder que, por meio de um conhecido método de aparelhamento estatal, tentou um processo de clivagem dessas mesmas instituições. Porém, antes mesmo de iniciado o julgamento, acredito que o saldo é favorável ao Brasil. O Supremo é composto d…