Pular para o conteúdo principal

Bolo hemorrágico: 46 anos de mandonismo



Amanhã o Maranhão completará 46 anos sob o mando dos Sarney.
Foi em 03 de outubro de 1965 que José Ribamar Ferreira de Araújo Costa conquistou, pelo voto, o governo do estado do Maranhão, mas ungido e protegido pelo Marechal Castelo Branco, presidente empossado através do Golpe Militar de 1964.
O Palácio dos Leões passou, a partir desse momento, a ter um novo dono, novo mesmo, pois José Ribamar só tinha 35 anos quando foi eleito governador. Mesmo que, em curtos tempos, estranhos tenham sentado no trono dos Leões, é José, o dono do Mar e do Estado, é o que verdadeiramente manda. 

A longevidade do Senador José Sarney no poder já é ímpar na história do Brasil e segue para ser a maior das Américas e do Mundo. Mas, como o próprio Sr. Sarney diz: “sempre pelo voto”. É o maior mandão de nossa história. 

Ranking de APEGO ao PODER
Fidel se aposentou, depois de ficar debilitado por doença ainda não revelada (passou 49 anos à frente do poder – Cuba);
Hassanal Bolkiah, ainda no poder (44 anos à frente do poder – Brunei) ;
Kadafi está tentando se esconder e os insurgentes já formaram um novo governo (passou 42 anos à frente do poder - Líbia);
Qaboos Said, ainda no poder (41 anos à frente do poder – Omã);
Paul Biya, ainda no poder (36 anos à frente do poder – Camarões);
General Alfredo Stroessner, morreu no exílio (passou 35 anos à frente do poder – Paraguai);
Ali Saleh está sob forte pressão popular e já chegou a se refugiar na Arábia Saudita (33 anos à frente do poder – Iêmen);
H. Mubarak está preso (no próximo dia 14 de outubro completaria 30 anos no poder no Egito);
Josef Stalin, morto desde 1953, é, ao lado de Hitler, um dos maiores genocidas do mundo (passou 29 anos à frente do poder – ex-URSS);
Saddam Hussein, genocida, assassinado pelos americanos (passou 24 anos à frente do poder – Iraque);
Ben Ali foi retirado do poder na Primavera Árabe, até agora suas condenações somam 60 anos de prisão (passou 23 anos à frente do poder – Tunísia);
Papa Doc, era médico sanitarista virou um ditador terrível, morto desde 1971 (passou 14 anos à frente do poder – Haiti);
Bashar Assad enfrenta crescente levante popular, tem se mantido no poder com sangrenta repressão aos civis ( 11 anos à frente do poder – Síria) etc.
Ainda existem diversos outros senhores mandões pelo Mundo, mas todos assumiram o poder em datas posteriores ao ano de 1978.
Em 2014, quando encerra o 4ª mandato da sua filha governadora, o senhor José Sarney terá igualado o período Fidel Castro e continuará logo atrás do recorde dos Castro (Cuba).

Dia 04 completarei mais um ano de vida nesse planeta, nem sei mais qual idade completarei, há tempos deixei de conferir, porque me declarei idoso aos 35 anos. O que sei? Sei que todos os anos da minha vida foram sob esse mandonismo sarneísta. Só pode ser uma penitência.

Comentários

  1. Só pode ser uma "penitência"...ninguém merece, viu.
    Estamos vendo coisas que até Deus duvida...exaltam a arrogância e essa falsa democracia, me enoja...os corruptos a festejar com o dinheiro suado do trabalhador
    Eu me sinto amordaçada e nem tenho ânimo de comparecer às urnas, pois já nem confio mais nessa gente que administra o dinheiro público, estamos mal!
    Postei sobre um assunto polêmico com relação a uma "certa propaganda censurada", queria muito que desse a sua opinião, vale muito pra mim saber o que pensa a respeito.
    bjusss da Mery*

    ResponderExcluir
  2. É tempo demais. Acho que todo mundo é a favor de mudanças.

    ResponderExcluir
  3. Empreendedorismo, todos a favor de mudanças..mas parece que as urnas do eletrônicas "invioláveis" não são...
    Mery, Vou ver seu post com certeza.... Grato!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Postagens mais visitadas deste blog

AÇÃO DIRETA E LEGÍTIMA DEFESA PACÍFICA

Green Politics must become the Politics of the Regions – all the Regions, from the celestial to the subterranean. Let the next Gathering of the Greens conduct all its business in poetry. This will foreshadow the day when America will be Green. Even better, the day when for a small fee we do an international name exchange and America becomes a large frozen island, while Green Land extends from sea to shining sea. The day when Green Politics rules. The day when the President pantomimes the Inaugural Address and sings the State of the Union in falsetto. The day when the Supreme Court sits naked in powdered wigs and hands down rulings in Pig Latin. The day when the Congress throws a multi-party and dances all the Laws out of existence.(Trecho do The Surre(gion)alist Manifesto , John P. Clark)
É preciso ultrapassar as formas mórbidas e dilacerantes da política atual. Não adianta só as contestações, enquanto persistir seus mecanismos genocidas e desumanizantes é necessário agir diretamente s…

Ação Penal 470 - Filhos do Brasil

                                         Por  Washington Ribeiro Viégas Netto*

"Quando o homem inventou a roda, logo Deus inventou o freio. Um dia, um feio inventou a moda, e toda a roda amou o feio". Zeca Baleiro.

Tenho acompanhado com especial atenção o julgamento do mensalão pela nossa mais alta corte de justiça, o STF. Penso que o resultado ali proclamado nos dará uma medida atual do quanto já nos distanciamos da pecha “república de bananas”; forma de governo que ainda persiste em países destas latitudes. No decorrer de todos esses anos em que tramita o processo, tem sido uma rara oportunidade de o Brasil reafirmar a força e solidez de suas instituições, soberanamente constituídas, quando confrontadas com um, ao que tudo parece, projeto de poder que, por meio de um conhecido método de aparelhamento estatal, tentou um processo de clivagem dessas mesmas instituições. Porém, antes mesmo de iniciado o julgamento, acredito que o saldo é favorável ao Brasil. O Supremo é composto d…

A CORRUPÇÃO NÃO É UMA COISA MENOR

A CORRUPÇÃO NÃO É UMA COISA MENOR A relativização aplicada aos casos de corrupção praticada por parte da “esquerda” (criminosos da “política’) é vergonhosa e irresponsável, mas não deixa ter coerência interna com a doutrina política que abraçam (ao credo religioso que professam). Esse modelo de esquerda existe enquanto séquito e seu ethos é de natureza similar aos ethos encontradas em seitas religiosas. Seguem a apreciação dos fatos e do contexto sob a ferrenha força doutrinária (que diz o que fazer) e sustentada pela fé cega (eles creem por creem, sem se permitir pensar sobre os rumos da sua fé e os efeitos dela sobre o contexto). Essa parte é, sem exagero nenhum, composta por fanáticos. O fanatismo é tão exacerbado que buscam escamotear fatos, em que pese as diferenças e possibilidades interpretativas, são passíveis de verificação por diversos meios. Mas, como fanáticos de tipo de seita, estão mantendo a coerência, pois não só isso pode ser racionalizado a partir da doutrina mãe (marx…