domingo, novembro 08, 2009

PSICANALISANDO O ENTREGUISTA, O ANTI-BRASIL & A BARBÁRIE HONORÁVEL




Fernando Henrique Cardoso (FHC) é o mais perfeito entreguista e antinacionalista que temos, Age de forma deliberada a favor dos interesses internacional, por isso está tão indignado com a regulamentação do pré-sal, com a Petrobrás, com os caças franceses e com exigência do Governo à Vale. Basta lembrar que foi FHC que entregou a Vale e ainda privatizou o nosso subsolo, tentou privatizar a Petrobrás e entregar a Base de Alcântara aos americanos. Aparece para defender a continuidade desse processo de submeter o Brasil inteiramente aos interesses americanos e de diversas multinacionais.
FHC tem horror a qualquer projeto com o adjetivo nacional. Detesta a idéia de tornar o Brasil uma das primeiras economias do mundo. Em seu texto de lamento e frustração ironiza o que seria o Brasil-Potência. Na verdade, isso vai de encontra aos diversos assassinatos que FHC cometeu contra os interesses do Brasil em 08 anos de governo. FHC AMA A DEPENDÊNCIA e a submissão. Só não explica como sua Fundação consegue ser tão luxuosa e rica. Será que ele fala em nome dos doadores?
Por outro lado, tenho que reconhecer o seu acerto quando disse que Lula “age como se fosse o um psiquiatra”. Totalmente correta sua afirmação e os fatos já comprovaram essa habilidade de Lula, pois já diagnosticou que FHC é um egocêntrico doente, com distúrbio delirante paranóide: delírio de grandeza.

A BARBÁRIE HONORÁVEL
O quebra-quebra promovido no interior do Sindicato dos Bancários, quando ocorria o lançamento do livro “Honoráveis bandidos: um retrato do Brasil na era Sarney”, é uma continuidade fascista na política. Tal ato só encontra par no ato de lançar rojões no interior da casa dos Sarney após a vitória de Jackson... Afinidades de oligarquias caducas. Deplorável. VEJA O QUEBRA-QUEBRA:








Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma satisfação contar com seu comentário! Obrigado!

Hoje é Páscoa.

sexta-feira, 30 de março de 2018 12:40 Hoje é Páscoa. ·         Por Francisco José A Páscoa é uma data maravilhosa, porque rep...